O lançamento do filme “Casa Gucci” está programado para acontecer no dia 25 de novembro no Brasil, mas sua pré-estreia ocorreu na semana passada, em Londres, e a cantora e compositora Lady Gaga, protagonista da película, brilhou a bordo de um vestido roxo esvoaçante combinado com meia arrastão preta, plataformas e luvas com aplicações de cristais.
Na mesma ocasião, o ator e cantor Jared Leto desfilou pelo tapete vermelho inglês com um terno de veludo azul com uma blusa transpassada nude por baixo. O modelo era muito parecido com o ostentado pela atriz Gwyneth Paltrow durante o desfile “Gucci Love Parade”, realizado recentemente em Los Angeles. A diferença entre as duas produções foi que a atriz optou por uma versão mais quente, casando-a com uma camisa social.
A expectativa está grande para as próximas aparições públicas do elenco de “Casa Gucci”, entretanto é possível apontar alguns modismos e tendências já desfilados anteriormente e que com certeza serão algumas das escolhas dos atores integrantes desta película fashionista. São eles:
As jóias faciais não são novidades no mundinho da moda, mas elas têm chamado a atenção nos últimos tempos. Não só no desfile “Love Parade” elas ressurgiram, como também em eventos sociais. A atriz Angelina Jolie, por exemplo, desfilou com um exemplar de chin cuff de metal que interligava seu queixo e boca na première do filme “Eternos”.
Outros acessórios também foram destaques durante o desfile comemorativo de 100 anos da grife. São eles: luvas de vinil, óculos de sol enormes ou com detalhes em cristais, chapéus de caubói, tocas bordadas, perucas metalizadas, meias 7/8, broches grandiosos feitos de tecidos, gravatas borboleta, sapatos com saltos de madeira, zíperes expostos e coloridos, bolsas transpassadas etc.
Os convidados ainda ficaram diante de outras tendências fashionistas que irão marcar presença nas próximas estações, tais como: calças de neon ou com aplicações de cristais, blazers de cetim ou afunilados, ombros estruturados, babados feitos com rendas, casacos com plumas ou penas, peças texturizadas, trajes vaporosos de tule, leggings ostentando monograma da Gucci, macacões de cetim e tonalidades açucaradas.
O alerta de tendências já foi dado, então a minha sugestão para vocês é assistir ao filme “Casa Gucci” para conhecer melhor a história da grife e das pessoas que ajudaram a construi-la, além de se divertir com a leitura do livro “Casa Gucci: Uma história de glamour, ganância, loucura e morte”, de Sara Gay Forden, ou resgatar o documentário “The Director – Uma criadora na Gucci”, produzido por James Franco, em 2013.
Até a próxima aventura,

Maria Oxigenada
Fotos: reproduções