A série “Emily em Paris” é a obra mais fashionista do momento! E não são somente os looks usados pela protagonista da obra que estão chamando atenção da mulherada, mas também as produções ostentadas pelas demais personagens femininas.
A responsável pelas produções de todo o Clube da Luluzinha é a estilista Patrícia Field, a mesma da série americana “Sex and The City” e do filme “O Diabo Veste Prada”. Desta vez, a profissional conseguiu a proeza de não só bem vestir todo o elenco, como também exteriorizar através das peças de roupas usadas por cada uma das personagens coadjuvantes suas personalidades. São elas: Sylvie (Philippine Leroy-Beaulieu), Mindy (Ashey Park) e Camille (Camille Razat).
A primeira é uma mulher madura que investe em peças de alfaiataria assimétrica, em vestidos com fendas profundas, recortes estratégicos, saias mídis e decotes e cavas dos mais diversos possíveis, além de casacos brilhantes, jaquetas de couro e camisas sociais, especialmente a branca.
No entanto, o que mais chama a atenção no visu de Sylvie é que a personagem não tem medo de se jogar nos acessórios grandiosos como anéis, correntes, maxi brincos e argolas, bem como em cintos largos e braceletes, especialmente os de píton. Destaque para o broche de anjo usado por ela e fixo no ombro esquerdo de uma blusa com decote careca.
Já os looks de Mindy são descolados e criados com shorts curtos usados em parceria com tops cropped e camisas ou produções total denim ou 100% animal print, além de sapatos de bico fino e botas over the knees. Destaque para as produções com barriguinha de fora ostentada pela personagem e outras com pegada sexy como o vestido vermelho transparente usado por Mindy em uma noite comemorativa na companhia de suas amigas de infância.
Agora, as montagens mais coquette recai sobre a personagem Camille, pois ela desfila com vestidos tubinhos, com transparências, mangas bufantes, poás delicados, blazers retos e cobrindo seus quadris, além de jeans com cintura no lugar e cores neutras; tudo associado à coturnos ou sapatos pesados e usados com meias à mostra.
A verdade é que no quesito moda, as coadjuvantes da série não estão desempenhando o papel de escada para a protagonista da obra brilhar, mas sim ajudando o autor Darren Star a contar histórias de mulheres tão diferentes entre si, que orbitam no entorno de Emily, que conhecem seus corpos e sabem exatamente os looks que as favorecem.
“Emily em Paris” é uma inspiração fashion para mulheres de todas as idades, especialmente as mais jovens que desejam criar produções atuais e em consonância com os últimos gritos, ou melhor, berros da moda.
#ficaadica
Foto: reprodução