A pandemia adiou o sonho de casamento de muitas noivas, obrigando-as a postergar a data comemorativa para 2021. Ela também estimulou a organização de cerimonias ao ar livre, como em praias ou em fazendas, além da realização de mini-wedding, ou seja, de recepções pequenas e intimistas no intuito de evitar aglomerações enquanto todos esperamos por uma vacina.
Com isso, vestidos esvoaçantes, fluidos e delicados ganharam destaque nas escolhas das nubentes. A sugestão é investir em modelos feitos com transparências, rendas leves, tules, organzas ou crepes, especialmente os de seda.
Vestidos lisos e clean também são benvindos para a ocasião, assim como os com decote hater (cava americana), com mangas compridas abertas ou mangas morcego. Agora, se vocês não abrem mão de ostentar algum tipo de bordado na peça, então a dica é optar pelo 3D de flores para criar relevo e textura no vestido e fugir dos bordados convencionais, pesados e feitos com pedrarias que estão completamente over nesse momento.
Vestidos femininos leves pedem pelo uso de maquiagem natural e acessórios discretos, como tiaras feitas com flores naturais diminutas como mosquitinho, aster branco, tango, gipsófila, mini flores do campo ou coroas feitas com conchas, búzios, estrelas do mar ou de crochê.
E para reforçar o ar de frescor, rusticidade e elegância que os encontros ao ar livre pedem, nada melhor do que apostar em um naked cake (bolo pelado). O exemplar clássico é enfeitado com frutas vermelhas e açúcar de confeiteiro, mas o naked cake cítrico enfeitado com physalis ajuda a acentuar a sensação de fresh da união, assim como os bolos simples, brancos e enfeitados com flores prensadas comestíveis ou a criação de um verdadeiro jardim de flores encantado e doce feito a partir da reunião de cupcakes que seguem a temática proposta para a data.
Os sonhos não precisam ser cancelados durante a pandemia, mas sim adequados para a realidade de hoje, pois a esperança de um amanhã melhor, seguro e feliz ao lado de quem a gente ama é o transporte para ocasiões compartilhadas com suavidade na atualidade.
Foto: reprodução