A nova coleção de Vivienne Westwood sinalizou que a estilista continua mais vanguarda do que nunca, apesar dos seus 79 anos, e fazendo questão de romper com a obviedade na apresentação de suas novas peças.
Em plena pandemia, ela assumiu o lugar de suas modelos e deixou-se fotografar pelo seu marido Andreas Kronthaler entre os cômodos de sua casa de campo, próxima à natureza e até dentro de um galpão usado para armazenar feno.
No entanto, o que chamou a atenção foi a proposta desenvolvida de uma coleção destinada às pessoas de todas as idades e gêneros. Tanto é verdade que ela não escondeu suas madeixas brancas, nem aplicou filtros para amenizar suas rugas faciais, pois basta dar um zoom nas imagens que elas estão todas lá.
A veia punk de Vivienne foi outra que pulsou diante de nossos olhos com a apresentações de produções com coturnos, plataformas e botas amarradas, bem como a presença de peças pretas, além de outras costuradas com tecidos xadrezados, do uso de boinas, gravatas e jaquetas com ombros pontiagudos.
Apesar disso, sua faceta solar não ficou escondida e também a mostrou para as lentes alguns vestidos soltos feitos de algodão ou linho e que não possuíam cinturas marcadas e ostentavam tonalidades claras (branco e azul), ideais para encarar a primavera e o verão inglês.
Mas foram os acessórios usados pela estilista quem ganharam os holofotes dessa vez, especialmente as meias ¾, os maxi colares, os chapéus tipo bucket, além das toucas, das tiaras coloridas e dos enfeites de cabeça feitos com bijus, reafirmando a necessidade de reciclagem e reaproveitamento de materiais.
Destaque para o vestido longo branco de mangas compridas feito com bordado richileu e com um ramo de flores aplicado no ombro esquerdo do modelo ou o look montado com shorts curto e camisa com mangas bufantes, ambos estampados e usados em parceria com meia-calça com print que seguia a mesma cartela de cores e motivos gráficos, ou ainda, a camiseta com o rosto de Lakshimi, deusa hindu representante da prosperidade e abundancia usada por baixo de um vestido branco com amarrações.
Afortunadas somos nós que podemos observar uma coleção criativa, repleta de referências e afinadas com alguns modismos atuais!
Foto: reprodução