As fashionistas não estão sabendo lidar com o retorno de produções comportadas, que evidenciam os pescoços femininos e com aquele cheirinho de outrora. Tudo porque os lenços e pashiminas estão cedendo seus lugares cativos nos dias frios e de temperaturas amenas para as golas, especialmente as soltas e vendidas avulsamente.
O grande barato do modismo é casá-las com peças do dia-a-dia, tais como malhas, camisetas de algodão, camisas sociais e blazers, brincando com suas texturas e com os contrastes obtidos das combinações feitas a partir de peças de tricô, rendas, tules, lã ou couro.
Mulheres mais vaporosas e que curtem circular com leveza pelas ruas podem optar por exemplares com babados ou com jabôs que não irão fazer feio por aí. Já as mais tradicionais poderão recorrer às golas altas nos dias de bater os dentes, mas com o adendo de optar pelas golas altas bordadas, especialmente as que formam desenhos geométricos como os de casinhas de abelhas.
Outra opção para cerrar os looks no próximo outono e inverno são os colarinhos fechados das camisas sociais e de alfaiataria. Destaque para as golas maxi pontudas ostentando bordados delicados em suas extremidades ou entornos.
Mas as golas redondas e que sempre fizeram parte das produções de mulheres românticas como as Peter Pan, agora aparecem junto às peças jeans e fazendo parte de composições de dias de total denim.
Agora, a vibe latina não poderia ficar de fora da brincadeira e camisas com decotes V e golas maiores e extravagantes estão ajudando a alegrar e esquentar os ventos nórdicos e os dias cinzentos do momento.
A partir de agora, a diversão será esconder os pescoços femininos porque os dias quentes do verão brasileiro já cederam espaço aos dias mais frescos e que necessitam de uma proteção maior na região.
Foto: reprodução