Desde que o mundo é mundo, ser truqueira é uma das facetas ostentada pela mulherada. Quem nunca? Nas produções fashion então, o pretinho básico é o preferido para criar ilusão de ótica e a escolha para os dias corridos ou quando não queremos errar em looks, mas vocês podem ampliar seus repertórios criando outros efeitos além do citado acima com diferentes tipos de saias. São eles:
– Retas: são as perfeitas para afinar a silhueta. Já as do tipo lápis ajudam na marcação do corpicho feminino e são ideais para quem não tem curvas preponderantes.
– Evasês: este corte de saia é indicado para quem deseja disfarçar a barriguinha saliente ou o quadril avantajado.
– Godês: a mágica que as saias godês faz é afinar a cintura e o volume do quadril que foram fermentados durante essa quarentena.
– Plissadas: as pregas diminutas das saias plissadas aumentam a esperança daquelas mulheres com quadris retos, sem ondas típicas das brasileiras e que sonham em desfilar com algumas curvas falsas.
– Longas: como seu próprio nome diz, elas alongam a silhueta feminina, mas dependendo dos acessórios escolhidos para serem usados conjuntamente podem criar efeitos inversos e acabar achatamento os looks.
– Mídis: corte ingrato, pois divide o corpo feminino em dois. No entanto, esse tipo de saia é favorável para quem é esguia, ostenta uma postura longilínea e desfila com mais de 1 metro de pernas por aí.
– Envelopes: alternativa às peças pretas, as saias envelopes possuem aquele efeito Cinderela que tanto desejamos em ocasiões especiais ou quando queremos impressionar algum crush, pois possuem poderes emagrecedores, ilusórios que afinam sem esforços físicos.
Foto: reprodução