– Lendo o livro “Observações sobre um planeta em nervos”, de Matt Haig;
– Saindo de casa para assistir a um filme no drive-in;
– Acompanhando os concertos musicais pelo celular;
– Visitando virtualmente patrimônios históricos europeus;
– Presenteando um sobrinho (a) ou afilhado (a) com o livro “Coraline”, de Neil Gaiman;
– Assistindo aos musicais da Broadway disponíveis on-line;
– Arriscando-se entre peças coloridas durante o inverno;
– Tirando a poeira das botas;
– Apostando em jaquetas decoradas;
– Protegendo-se com máscaras divertidas;
– Investindo em conjuntos de veludo molhado;
– Aquecendo as produções com coletes de lã;
– Renovando o visual invernal com vestido xadrezado;
– Distribuindo mantas e xales pela casa;
– Caindo de boca em sopa e caldos;
– Iniciando o dia com uma xícara de gemada;
– Dando crédito aos vinhos quentes;
– Substituindo o pão com manteiga por pasta de abacate;
– Promovendo uma noite de fondue;
– Aprendendo uma nova receita de risoto;
– Esforçando-se para malhar diariamente;
– Aproximando-se da natureza.

Foto: reprodução